Desejo

11 Abr

Senti uma secura na boca,

Uma asfixia,

Um descompasso corporal.

Senti as pernas bambearem,

O gosto de sua saliva

Entranhar nos meus lábios,

O inevitável DESEJO.

Senti arrepios na pele,

Dormência nas mãos,

Desejando tocá-lo SUAVEMENTE.

Trêmula, senti muito mais.

Senti os olhos vidrarem, as veias azularem,

Minha boca gritar de SAUDADE na imensidão da tarde.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: