Noite de Inverno

20 Mar

Descobri-me tola e vazia

Quando acordei no meio da noite

Com insônia

Angústia e não amar

 

Descobri-me na noite fria

Com muita sede de escrever

Fome de sonhar

E a insônia persistia

 

Descobri-me

Sem sonhos sem fantasias

Dentro da imensidão de uma noite de inverno.

 

Sonhar mentir fingir iludir

Estar sem perceber

Dizer sem sentir

Beijar sem doçura

Amar sem loucura

Viver sem eternidade

 

Despertar sozinha numa noite fria

Que tamanha solidão!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: